Deputados de oposição conseguem barrar reforma da previdência no PI

Os parlamentares entraram com mandado de segurança alegando que precisaria de tempo para realizar audiências públicas com as categorias

08 de dezembro de 2019, às 14:37 | Wesslley Sales

Os quatro deputados de oposição, Teresa Brito (PV), Marden Menezes (PSDB), Lucy Silveira (PROGRESSISTAS) e Gustavo Neiva (PSB) conseguiram uma vitória com apoio do Tribunal de Justiça. Em decisão monocrática do desembargador Raimundo Nonato da Costa Alencar, uma liminar foi concedida barrando o andamento em caráter de urgência da reforma da previdência que tramita na Assembleia Legislativa.

Os parlamentares entraram com mandado de segurança alegando que precisaria de tempo para realizar audiências públicas com as categorias. Alegação é de que sem debate a reforma da previdência poderia ser aprovada com distorções. Para o Governo, a proposta precisa andar com rapidez para não ver prejudicado o acesso a créditos e convênios com o Governo Federal.

A decisão foi do desembargador Raimundo Nonato da Costa Alencar / Foto: Portal GP1


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS