Deputados piauienses reúnem-se com o presidente Bolsonaro

O PSD fica com o Incra, o indicado é Tiago Vasconcelos, já Átila Lira entregou ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, os currículos dos indicados para os cargos federais no Piauí

Por Tarcio Cruz
17/04/2019, às 17:33 - Atualizado em 20/04/2019, às 12:59

Três parlamentares piauienses cumpriram agenda no Palácio do Planalto na última terça (17/04). Os deputados Federais Júlio César (PSD) e Átila Lira (PSB) e o deputado estadual Georgiano Neto (PSD) alinharam as indicações federais. 

O PSD fica com o Incra, o indicado é Tiago Vasconcelos, já Átila Lira entregou ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, os currículos dos indicados para os cargos federais no Piauí. As nomeações devem ser definidas na próxima semana, pouco antes da votação da reforma da previdência no plenário da Câmara.

Átila falou sobre as indicações e revelou que o objetivo será manter as vagas já ocupadas. O deputado ainda comentou sobre a tramitação da reforma da previdência e demonstrou preocupação. 

“O interesse dentro da Câmara era que fosse aprovada a admissibilidade do projeto de reforma da previdência ontem. A reforma precisa do apoio do 'centrão', que é o PP e o PR, que são dois partidos que ainda não estão afinados com a reforma da Previdência. Esse é um sinal de que o Governo tem que encontrar uma solução porque a maioria da votação é muita pequena. São 308 parlamentares que o Governo precisa e ainda não tem essa maioria” disse o parlamentar.

Além dos cargos, a dupla Júlio César e Georgiano, também apresentou a Bolsonaro pautas relacionadas ao Piauí. 

“Conversamos sobre investimentos para o nosso estado e a preocupação com relação a esse período chuvoso, tanto com a questão das enchentes nos municípios banhados pelos rios Parnaíba e Poti, como também a preocupação com a estiagem na região do semiárido piauiense”, revelou o deputado Georgiano Neto.

Júlio César e Georgiano com Bolsonaro

Átila Lira com Onyx Lorenzoni

nossas redes sociais