Dois partidos vão comandar a CCJ da Assembleia até 2020

João Mádison (MDB) revelou como foi a conversa com o PROGRESSISTAS e destacou que o MDB conseguiu chegar a um entendimento

Por Tarcio Cruz
10/05/2019, às 09:00 - Atualizado em 13/05/2019, às 14:12

Após o impasse envolvendo PT e MDB na disputa pela comissão de Constituição e Justiça, um novo acordo foi revelado pelo deputado João Mádison (MDB). Para ceder a presidência da principal comissão da Assembleia Legislativa ao PROGRESSISTAS, o MDB receberá o controle da CCJ em 2020, ano de eleição municipal. 

O presidente da CCJ ocupa uma posição fundamental no legislativo, todos os projetos aprovados passam, obrigatoriamente, pelas mãos do comandante da pasta.

João Mádison (MDB) revelou como foi a conversa com o PROGRESSISTAS e destacou que o MDB conseguiu chegar a um entendimento. 

“Essa casa sempre faz acordo e temos que cumprir. Fizemos um acordo lá no início de que a CCJ ficaria com o PROGRESSISTAS, o MDB quer continuar cumprindo esse acordo para que o PROGRESSISTAS possa indicá-lo, já conversamos com o Júlio Arcoverde e o Hélio Isaías. Até porque no ano que vem o MDB assume a CCJ, vamos cumprir para que não haja problema no futuro”. concluiu o deputado.

Deputado Estadual João Mádison

nossas redes sociais