Franzé nega racha e diz que base governista vai se manter unida

O parlamentar disse que várias secretarias são da cota do próprio governador, como aconteceu nas gestões de Wilson Martins e Mão Santa

Por Tarcio Cruz
07/05/2019, às 12:00

Após circular informação de que o Partido dos Trabalhadores teria ficado com mais de 60% de todo o orçamento estadual com as definições do secretariado para o quarto mandado do Governador Wellington Dias, o deputado Franzé Silva reagiu. O parlamentar afirmou que estão atribuindo ao PT cargos que não foram indicados pela sigla.

Franzé Silva explicou que as Secretarias de Educação, Saúde, de Governo, Planejamento e Administração são da cota do próprio governador, como aconteceu nas gestões de Wilson Martins e Mão Santa. O parlamentar disse ainda que o orçamento que será gerido pelo Partido dos Trabalhadores é menor que o da Secretaria de Cidades, pasta que teve indicação do PR.

“Se me perguntarem se fui ouvido para um desses seis cargos a resposta é não. Nem a mim, nem o presidente do partido, nem qualquer outro deputado da nossa bancada. Foram escolhas pessoais do Governador. Depois ele conversou com presidentes dos partidos, individualmente com deputados de cada bancada buscando definição. Neste contexto, vale o tamanho de cada partido.  Então, temos tranquilidade de dizer que o partido dos trabalhadores tem o menor orçamento. Dizer que ficamos com 69% não é assim. Essa cota do governador não entrava na conta do MDB nem PSB nos governos Mão Santa e Wilson Martins, mas agora querem atribuir isso ao PT. Está errado, pois temos apenas as secretarias indicadas. Sempre dizem isso para criar situação do PT estar em quase todo o Governo”, declarou.

Para Franzé, os possíveis descontentamentos com a formação do secretariado são questões pontuais que devem ser resolvidas sem desmonte da base aliada.

“Antes diziam que a base iria rachar por causa da composição das chapas proporcionais para eleição do ano passado. Não rachou, Depois, o racha seria por causa da eleição na Assembleia Legislativa. Não rachou. Agora, dizem que será por causa da agora na composição do secretariado. Acredito que não há motivo para rupturas na base aliada. Governador tem como dialogar e encontrar soluções. A população pouco quer saber desses problemas causados por descontentamento por um cargo ou por outro. Querem saber se as obras vão acontecer e se os empregos voltam a ser gerados”, concluiu.

Deputado Estadual Franzé Silva

nossas redes sociais