Governadores rebatem Jair Bolsonaro sobre verbas para COVID-19

O governador Wellington Dias comentou sobre o pacto federativo e reafirmou que os repasses são constitucionalmente obrigatórios

01 de março de 2021, às 10:30 | Tarcio Cruz

Wellington Dias e mais 16 governadores criticaram as recentes declarações do presidente da República, Jair Bolsonaro, que apresentou no último domingo (28/03), dados de repasses federais a estados, porém os números, de acordo com os governadores, nada tem a ver com os repasses para a saúde e combate a COVID-19. 

Nas redes sociais o governador criticou duramente Bolsonaro.

“O presidente da República confunde e engana a população ao informar dados distorcidos. Ele cita como auxílio aos estados valores que, em sua grande maioria, são transferências constitucionais obrigatórias para estados e municípios (FPE, FPM, FUNDEB e SUS), bem como benefícios previdenciários obrigatórios. Uma inverdade!”, disse Wellington.

O governador ainda comentou sobre o pacto federativo e reafirmou que os repasses são constitucionalmente obrigatórios.

"As transferências constitucionais obrigatórias e os benefícios previdenciários não podem ser vistos ou divulgados como ação extraordinária do governo federal. São recursos que cada estado e município tem direito pelo pacto federativo. Não é favor algum!”.

VEJA A POSTAGEM DO GOVERNADOR WELLINGTON DIAS


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS