Jeová Alencar defende Beth Cuscuz; “jamais jogarei pedra”

Com o fim da coligação proporcional os candidatos de “captação” se tornaram cruciais para que as legendas maiores não percam espaço nos parlamentos

Por Tarcio cruz
29/11/2019, às 11:30 - Atualizado em 29/11/2019, às 12:32

O Presidente da Câmara Municipal de Teresina, vereador Jeová Alencar, de saída do PSDB rumo ao MDB, defendeu a empresária Beth Cuscuz, pré-candidata a vereador pelo seu futuro partido. A mulher que possui um passado ligado a prostituição em Teresina, foi alvo de críticas recentes após anunciar que disputará uma vaga na Câmara Municipal de capital. Beth, assim como outros pré-candidatos, faz parte de uma estratégia do partido para tentar angariar votos em vários segmentos distintos.

Com o fim da coligação proporcional os candidatos de “captação” se tornaram cruciais para que as legendas maiores não percam espaço nos parlamentos. Para Jeová a candidatura de Beth Cuscuz é uma demonstração de coragem, o parlamentar lembrou que caberá ao povo julgar a candidata nas urnas.

“Nós não podemos ter preconceito, ela irá colocar o nome dela para a apreciação das pessoas, cabe a cada um que vota fazer o seu juízo de valor. Jamais irei jogar pedra em quem quer que seja, mesmo por que se você fazer uma peneira, você vai ver que tem muitos candidatos aí que respondem processos na polícia federal. A população é que tem que julgar”

Presidente da Câmara Municipal de Teresina, Jeová Alencar

nossas redes sociais