Justiça arquiva denúncia contra Ciro Nogueira e Iracema Portella

O arquivamento atendeu a pedido da Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que negou que tenha surgido indícios de irregularidades nas denúncias

Por Plínio Castelo
12/08/2019, às 12:14 - Atualizado em 12/08/2019, às 12:39

O Ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, arquivou inquérito que tramitava no STF contra o senador Ciro Nogueira e a deputada Federal Iracema Portella. O arquivamento atendeu a pedido da Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que negou que tenha surgido indícios de irregularidades nas denúncias sem que nenhum elemento corroborasse a obtenção de elementos probatórios contra o senador. Ciro Nogueira era acusado de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e tráfico de influência.

A denúncia dava conta de que o senador teria direcionado contratos de publicidade do Ministério das Cidades para benefício próprio e favorecido empresas através de contratos irregulares de locação de veículos e peças de marketing e propaganda. A decisão do ministro Luiz Fux pelo arquivamento do processo e não continuidade da investigação foi publicada na última sexta (09/14).

Senador Ciro Nogueira

nossas redes sociais