PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Magalhães sobre eleição no PT: “Sem guerra, mas tem disputa”

Já Dudu, defensor da manutenção do atual presidente da sigla em Teresina, Gilberto Paixão, criticou Magalhães

Por Tarcio Cruz
15/05/2019, às 16:05 - Atualizado em 18/05/2019, às 10:05

A eleição do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores promete ser um dos mais acirrado da história do partido. Com uma clara divisão entre dois grupos políticos, a legenda caminha para uma eleição interna, de um lado um grupo político liderado pelo vereador Dudu e do outro um grupo político liderado pelo deputado Estadual Magalhães. 

Com um histórico de fracassos na capital, a sigla já trabalha para compor uma chapa forte para tentar chegar ao comando do palácio da cidade. Um dos interessados na presidência do partido, o deputado Magalhães, revelou em entrevista que será candidato ao comando do PT na cidade e chamou os adversários do partido para a disputa. 

“As eleições diretas sempre foram democráticas, a maioria do partido decide quem será o presidente do diretório. Já começa a andar o entendimento, o Dudu era candidato e já tirou o nome. Não existe guerra, mas vai ter disputa”, disse o deputado.

Já Dudu, defensor da manutenção do atual presidente da sigla em Teresina, Gilberto Paixão, criticou Magalhães. 

“Se a pessoa já vai para uma discussão dizendo que só tem consenso no nome dele então não está querendo discutir. O Magalhães tem toda legitimidade para ser presidente da República se ele quiser. Eu particularmente defendo que a gente busque o maior consenso possível. Acho precipitado esse caminho, se não tiver consenso esse tipo de querela será decidido no voto”, afirmou o petista.

Vereador Dudu e Deputado Magalhães

nossas redes sociais