Marden critica saída da CHESF do Piauí para Pernambuco

O parlamentar pediu a colaboração do presidente Themístocles Filho e demais deputados para aprovarem o documento mantendo o escritório da CHESF na capital piauiense

Por Tarcio Cruz
25/04/2019, às 13:00 - Atualizado em 26/04/2019, às 17:16

A possibilidade do fechamento do escritório da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (CHESF) foi tema da fala do deputado Marden Menezes (PSDB). 

O parlamentar comentou que recebeu em seu gabinete, a visita de funcionários da CHESF, que embora seja um órgão federal, na visão do deputado é importante o a manutenção e comando das operações do escritório, que hoje exige, na cidade de Teresina, e que há uma deliberação em âmbito de Governo Federal, para a retirada do comando do Piauí e o repasse dessas atribuições ao escritório da CHESF do Ceará.

“Os servidores justificarem o atraso e as dificuldades, que seriam consequências das mudanças, inclusive pontuando o Piauí, como uma região estratégias, para a própria CHESF e para esse novo momento da utilização das diversas modalidades de energia”, enfatizou.

O deputado Marden Menezes acrescentou que fez um requerimento, com embasamento nas informações prestadas pelos servidores da CHESF, e pediu a colaboração do presidente Themístocles Filho e demais deputados, para aprovarem o documento mantendo o escritório da CHESF em Teresina.

Deputado Estadual Marden Menezes

nossas redes sociais