Margarete Coelho critica articulação política de Bolsonaro

Segundo a parlamentar, até mesmo parlamentares do PSL, seu próprio partido, reclamam a falta de diálogo e liderança consistente

Por Wesslley Sales
12/05/2019, às 09:30 - Atualizado em 14/05/2019, às 10:06

O Governo Federal ainda não engoliu a derrota na Câmara com a aprovação por 14 votos a 11 da medida provisória que transferiu o COAF - Conselho de Controle de Atividades Financeiras - do Ministério da Justiça e Segurança Pública para o Ministério da Economia. A articulação do Centrão, conjunto de partidos que inclui o PR, PROGRESSISTAS e MDB, tem levado o crédito, mas para a deputada Federal Margarete Coelho, o problema está na própria base de apoio do Presidente Jair Bolsonaro.

“Tem falhado. Não tem dado estabilidade. A forma de decidir do presidente Bolsonaro termina por promover esses tipos de abalo na própria base, tendo em vista que pessoas também ligadas diretamente na base dele votaram contra a permanência do COAF no Ministério da Justiça. Não foi só o Centrão, nem a oposição. Teve uma parcela significativa da base, pessoas que ocupam postos relevantes e que foram favoráveis à mudança”, justifica.

Em um Congresso volátil e que busca reafirmar sua independência frente ao poder executivo, Jair Bolsonaro não consegue manter um apoio seguro. Até mesmo parlamentares do PSL, seu próprio partido, reclamam a falta de diálogo e liderança consistente. Para a deputada Margarete Coelho, isso acontece principalmente porque a agenda priorizada é a de “costumes”.

“Precisamos de mais estabilidade para tocar a pauta do Brasil. Estamos muito envolvidos com a pauta de costumes, do que pode na propaganda ou o que não pode. Isso está dominando a Casa. O que percebo é que há grande contingente de parlamentares que está conversando mais para fora do que para dentro, ou seja, conversando mais nas redes sociais. Debates importantíssimos feitos através do Twitter. O fazer da política, de sentar à mesa e negociar determinadas questões para criar uma pauta de estabilidade estamos debatendo para fora”, lamentou.

Deputada Federal Margarete Coelho / Foto: GP1

nossas redes sociais