Na Câmara, Firmino anuncia investimento bilionário para Teresina

O prefeito disse que este ano vai aumentar o volume de recursos em R$ 250 milhões em saneamento, saúde, meio ambiente, mobilidade e educação

Por Tarcio Cruz
16/08/2019, às 17:15

A Câmara Municipal de Teresina realizou hoje (16/08) sessão especial para marcar a passagem do aniversário de Teresina. O prefeito Firmino Filho, secretários e servidores municipais prestigiaram a solenidade.

Na oportunidade, o prefeito Firmino Filho ressaltou que este é um mês de celebração para Teresina e toda sua gente, com um conjunto de solenidades, inaugurações e outras ações nas mais diversas áreas. 

“Este ano nossa comemoração tem um sabor especial, porque Teresina integra um conjunto significativo de obras, tendo em vista que os últimos anos não foram fáceis por conta da crise econômica. Entretanto, a Prefeitura assumiu sua responsabilidade e fez seu papel. Nossa equipe de secretários foi à luta para ajustar pontos e dar testemunhos de compromisso com a sociedade teresinense. Graças a tudo isso estamos em dia com nossas responsabilidades, funcionando e servindo bem a população”, disse o prefeito.

O gestor municipal destacou ainda a realização de projetos que fizeram a cidade avançar. 

“Estamos iniciando a maior onda de investimentos da história. Quando chegamos na Prefeitura, o investimento estava um pouco a mais de R$ 100 milhões. Essa média saltou para R$ 180 milhões por ano, e hoje afirmo que vamos investir um total de 250 milhões por ano em todas as áreas. Isso significa que, em quatro anos, a Prefeitura investirá R$ 1 bilhão em saneamento, saúde, meio ambiente, mobilidade e educação”, finalizou.

Em palestra para os presentes, a historiadora Marta Teresa Tajra fez um relato histórico da cidade baseado no comércio. Ela destacou dados de sua pesquisa que estão publicados em seu livro sobre a história do comércio de Teresina. 

“Teresina foi construída, principalmente, por comerciantes mais abastados e já estabelecidos do lado do Maranhão, especialmente os da praça de Caxias, que foram os  primeiros que se deslocaram para a nova capital depois da pequena população da Vila Velha do Poti”, relembrou.

A historiadora destacou ainda que é preciso encontrar a vocação de Teresina. 

“A Prefeitura e os vereadores da cidade devem analisar de que maneira podemos pensar Teresina hoje. Ela ainda continua com a vocação econômica de sua fundação? O que mudou? Todo esse planejamento de Teresina deve ser feito em cima disso, humanizando a cidade e colhendo os frutos da transferência de Saraiva, que para nós rendeu bons frutos, que se tivéssemos ficado em Oeiras estaríamos praticamente do mesmo jeito”, completou.

Prefeito Firmino Filho

nossas redes sociais