PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Oposição cria impasse e “bate o pé” por comissão na Assembleia

Os quatro parlamentares de oposição já criaram um impasse na casa nos primeiros dias de mandato, o motivo; a comissão de educação, cultura e saúde

Por Tarcio Cruz
09/02/2019, às 12:02 - Atualizado em 09/02/2019, às 12:02

A promessa de uma oposição firme e concisa já começa a incomodar a base governista na Assembleia Legislativa do Piauí. Os quatro parlamentares de oposição já criaram um impasse na casa nos primeiros dias de mandato, o motivo; a comissão de educação, cultura e saúde.

Gustavo Neiva (PSB), Marden Menezes (PSDB), Teresa Britto (PV) e Evaldo Gomes (PTC) não abrem mão de assumir a presidência da comissão, vista como estratégica pelos deputados. Nos últimos dias, como um prelúdio, os parlamentares da bancada atacaram, por exemplo, os hospitais regionais pelo interior do Estado. 

“Não vamos abrir mão de forma nenhuma desta pasta, o governo não pode escolher qual comissão iremos presidir, já abrimos mão de outras comissões mais importantes”, disse a deputada Teresa Britto.

Já o deputado Franzé (PT) afirmou que a oposição estaria descumprindo um acordo histórico na casa e não teria direito a pasta. 

“Historicamente os blocos ocupam as comissões de acordo com o tamanho de cada bancada, a oposição tem a menor bancada, a quarta, e por isso deveria ocupar, pela ordem, a pasta de direitos humanos e juventude, a comissão de educação é a sétima. Vamos tentar construir o entendimento através do diálogo” disse o deputado petista. 

Diante do impasse, o presidente da casa, deputado Themístocles Filho (MDB), fará uma reunião na próxima semana com os parlamentares.

Apesar de pequena a oposição promete incomodar a base governista durante o mandato.

Deputados de oposição

VEJA MATÉRIA RELACIONADA

Oposição está unida e governo não terá vida fácil na Assembleia

nossas redes sociais