Heráclito faz mobilização para retomada de obras da Transnordestina

O deputado apresentou dados da produção de grãos no Piauí, que este ano pode superar 4 milhões de toneladas e que poderá se perder por falta de escoamento

Por Da Redação
08/06/2017, às 01:20 - Atualizado em 08/06/2017, às 01:36

O deputado Heráclito Fortes (PSB) convocou parlamentares da região Nordeste, especialmente, Piauí, Ceará, Pernambuco e Maranhão para um mutirão em prol da Transnordestina. O parlamentar quer, com isso, sensibilizar o Governo Federal para a necessidade de retomada imediata da construção da ferrovia.

A obra ferroviária, iniciada em 2006, tinha como objetivo ligar o Porto de Pecém (Ceará), ao Porto de Suape (PE), além do Piauí, no município de Eliseu Martins, num total de 1.728 km. Mas, passados 11 anos, pouco mais de 50% da obra foi concluído. 

Deputado Federal Heráclito Fortes (PSB-PI)

“Faço um convite ao Presidente Michel Temer para que visite alguns trechos desta obra. Também apelo ao Ministro Moreira Franco, por ser piauiense, por ser nordestino, mas, acima de tudo, por ser brasileiro, para que comande essa reabertura. Esta é uma agenda positiva que precisamos tocar. O Nordeste precisa da Transnordestina. Nós precisamos desta obra”, disse.

Segundo Heráclito, a Transnordestina tem dois ramais. Um passa pelo Piauí, seguindo para Pernambuco, para o Porto de Suape; o outro para o Ceará, para o Porto de Pecém. Este, informa, é o que está mais tecnicamente, em condições lógicas para conclusão, porque servirá como via de transporte às riquezas minerais do Estado, que estão sendo extraídas; e ao grande fluxo de empresas que estão se dirigindo para lá, atendendo também ao mercado do gesso na Região de Araripina e chegando ao Porto de Suape.

Ferrovia Transnordestina

Heráclito também apresentou dados da produção de grãos no Piauí, que este ano pode superar 4 milhões de toneladas, mas que poderá se perder por falta de escoamento. 

“Peço a união das nossas bancadas, porque a Transnordestina é uma grande obra para a estruturação do Nordeste brasileiro e um grande corredor para a exportação das nossas riquezas”, concluiu.

veja também

nossas redes sociais