PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Parlamentares piauienses se unem por solução para BR 135

Deputados, senadores e o governador Wellington Dias estiveram com o ministro do Planejamento para buscar soluções para a estrada

Por Da Redação
29/06/2017, às 22:06 - Atualizado em 29/06/2017, às 22:06

Deputados, senadores e o governador do Piauí, Wellington Dias, estiveram nesta quinta-feira (29/06) com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, para buscar soluções para a BR 135. A diferença de mais de 20 centímetros entre a pista e o acostamento, o grande número de curvas sem ponto de fuga e o tráfego intenso de caminhões que escoam a produção de soja causam acidentes diários na região, especialmente no trecho que liga Bom Jesus a Cristalândia.

A senadora Regina Sousa (PT-PI) explica que com a nova cobertura asfáltica, criou-se um “degrau” entre a pista e o acostamento.  A largura da pista também é menor que a exigida para uma rodovia federal. Tudo isso associado à imprudência nas ultrapassagens muitas vezes obriga os motoristas a tentarem desviar os veículos para o acostamento. Os acidentes, inclusive com capotamentos, tem sido uma constante na região.

O ministro sugeriu que os parlamentares apresentem uma emenda de bancada impositiva ao Orçamento de 2018. É uma forma de dar força à reivindicação. Por enquanto, a prioridade é garantir recursos para o início das obras de alargamento da rodovia, pelo menos no trecho mais crítico.

Governador Wellington Dias com parlamentares piauienses em Brasília

Wellington Dias comentou o resultado da reunião na página do governo na internet.

“Essa é uma rodovia muito movimentada e que tem registrado uma série de graves acidentes. Acredito que as novas obras serão a solução e isso se deve à união de todos os políticos, que, independentemente de partido ou da situação de cada município, estão preocupados com o estado. É uma reunião histórica”, disse Wellington Dias.

Com o alargamento do trecho de 190 quilômetros, a pista terá 7 metros de largura e outros 2,5 metros de acostamento.

ACIDENTE

No último dia 17, um ônibus de turismo com 28 passageiros e dois motoristas capotou na região de Monte Alegre. Nove pessoas morreram e 18 ficaram feridas. É apenas um exemplo do perigo que ronda os motoristas que trafegam pela região.

 A BR 135 registra 35% das mortes em rodovias federais no estado. Entre os meses de fevereiro e junho, pelo menos 30 pessoas morreram na estrada.

Os parlamentares piauienses também reivindicaram ao ministro do Planejamento a construção de postos  policiais nos trechos mais difíceis da rodovia. Para se ter uma ideia, o posto de Bom Jesus hoje é responsável por um trecho de 400 quilômetros.

veja também

nossas redes sociais