PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Silas se filia ao PODEMOS e deve comandar a sigla no Piauí

Durante o ato político, os parlamentares presentes defenderam que Álvaro Dias seja candidato a presidente em 2018 para "tirar o Brasil da lama"

Por Da Redação
02/07/2017, às 16:07

O deputado federal Silas Freire, o senador Álvaro Dias e o ex-jogador do Corinthians Marcelinho Carioca se filiaram neste sábado (01/07) ao PODEMOS na cerimônia de lançamento do partido, em Brasília. O senador Romário (RJ) enviou um vídeo ao evento no qual também anunciou a filiação à legenda.

O PODEMOS, que substitui o antigo Partido Trabalhista Nacional (PTN) e é presidido pela deputada Renata Abreu (SP),  teve a troca de estatuto e de nome homologados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em maio, sendo agora oficializada no evento. 

Silas deve presidir o partido no Piauí

" Essa nossa adesão ao Podemos é pela necessidade de mudança no país, eu já pensava em abandonar a política com toda essa crise moral que vive hoje a política brasileira, mas esse convite da deputada Renata Abreu me abriu um novo horizonte, de que o Brasil não precisa de partidos políticos mas de um movimento de mudança como é o Podemos.", disse o parlamentar. 

O movimento a que Silas se refere, o PODEMOS, nasce com a proposta de aproximar a política dos anseios da população brasileira e não se define como de esquerda ou de direita, pois considera superado esse modelo ideológico. O objetivo é ouvir diretamente a população, os anseios e necessidades da sociedade e a partir disso definir as ações de seus membros. Assim, o partido não significa apenas a mudança de nome; trata-se de modificar o comportamento. 

"O Brasil não precisa de palavras e sim de gestos e o Podemos fez isso quando mudou seu estatuto e seu jeito de ser para ser um movimento e não mais apenas um partido. O Brasil também não precisa de nomes, precisa é de virtudes. E no nosso quadro não falta isso, por exemplo, a moral que o senador Álvaro Dias tem de sobra e se procurarmos poucos tem ela no Brasil. Por isso que eu acredito, juntos Podemos mudar o Brasil.", destacou Freire. 

E o deputado Silas não ressalta o nome de Álvaro Dias à toa. Durante o ato político, os parlamentares presentes defenderam que Álvaro Dias seja candidato a presidente em 2018 para "tirar o Brasil da lama".

Senador Álvaro Dias deve ser candidato á presidência da república pelo PODEMOS

Na ocasião, Álvaro Dias destacou o atual cenário político brasileiro. 

"O povo brasileiro exige mudanças e esses ventos ainda não chegaram à política, mas haverão de chegar mudando a cultura política, o comportamento dos políticos e mudando esse sistema promíscuo de governança que abriu portas para a corrupção", acrescentou o senador.

SILAS FREIRE CHEGA AO PODEMOS APÓS SER EXPULSO DO PR 

Silas Freire foi expulso de sua antiga sigla, o Partido da República- PR por não seguir orientação do partido na votação da PEC 55, que trata do congelamento dos gastos públicos. Ele votou não para a proposta por se preocupar, especialmente, com a falta de investimentos na área da saúde e as dificuldades que esta PEC representaria. Mas o partido havia fechado questão em favor da PEC e, com isso, abriu um processo disciplinar contra ele e uma série de punições, incluindo suspensão. 

Ao se manifestar em Plenário contra a reforma da previdência, Silas Freire, que já enfrentava dificuldades pela votação na 55, acabou sendo expulso do Partido da República. 

"O PR tomou essa decisão antes de toda essa bomba que acontece no país, foi mesmo por conta da posição que tomamos contrária à reforma da previdência. Mas estamos com a consciência tranquila que nosso dever é com os piauienses, os nossos eleitores que confiaram na nossa atuação.", disse Silas. 

veja também

nossas redes sociais